Atlantic Records apresenta: B-sides Asides! Com Halestorm!

Entrevista original aqui.


Bem-vindos ao B-Site Asides, onde seus músicos favoritos exploram as suas músicas que os definiram como artistas.Dentro encontrará os comentários dos artistas sobre as trilhas mais profundas, as pistas de pessoal, e as faixas intrincada-estruturado, que raramente começam a discutir.
Para a primeira edição do B-Side Asides temos o prazer de apresentar os hard-rockers Halestorm! Halestorm são: Lzzy e Arejay Hale (Vocais e Bateria respectivamente), Joe Hottinger (Guitarra) e Josh Smith (Baixo.)

#1 - Tell Me Where It Hurs
Do álbum de estreia auto-intitulado

Joe: Esse é o meu favorito dos B-sides. Ela quase fez o registro. Tivemos uma discussão acalorada tentar decidir se essa música ou "Nada a ver com amor" faria o corte. Para mim é tão bom quanto qualquer A-Side.

Josh:  Essa é uma das últimas músicas que colocamos juntos antes de gravarmos o álbum. Foi um processo tão divertido e turbulento como foi escrever com Corey Taylor. O café era bebido naquela manhã, e fomos pegos com uísque logo em seguida.

LZZY: Esta foi a primeira vez que chegamos a sair com Corey Taylor. Nós nos conhecemos por sushi na noite anterior e quase limpamos o restaurante porque estávamos todos rindo e levando tão alto! Na manhã seguinte, Corey apareceu com 5 xícaras de café (tudo para si mesmo) e mostrou-nos um riff dele. Tocamos e veio com a estrutura de canção. Inspirada, depois eu me retirei para um canto com o meu laptop, vomitando letras... ao que depois se tornou "Tell Me Where It Hurts". Mas é carinhosamente conhecido pelos nossos Engenheiro como "Tell Me Where It 'Hunts' ".

Arejay: Esta foi provavelmente uma das sessões de composição mais divertida; ampères dobrado a 11, apenas a discutir os riffs com um dos nossos melhores caras, Corey Taylor! Eu sinto que a música combina peso com melodia e é tão cativante como qualquer outra coisa no álbum.


2# Conversation Over ( Apenas bônus do CD )
Do álbum de estreia auto-intitulado.

Joe: Nós fizemos piada quando ouvimos pela primeira vez de volta Lzzy que estava dizendo "JOE, saia da minha vida!" Eu acho que ela escorregou alguns "Joe" em lá apenas para ferrar comigo.

Josh: Essa música passou por algumas mudanças. No final acabou bem. Nós não tocamos muito na estrada, mas é divertido quando nós fazemos.

LZZY: Essa música foi uma das canções que eu fiz na guitarra para a gravação. Isto foi um divertimento, um pouco arrogante, mas divertido. Ela foi originalmente intitulado "I Can't Love You Sober", mas eu não queria que as pessoas todas tivesse uma súbita suspeita que eu tinha nomeado por causa de todas as mágoas de Amy Lee. Eu tinha as palavras "Conversation Over" rabiscadas em um bloco em meu bolso. Isso me fez rir quando li isso porque eu sempre imaginei uma "garota do vale", dizendo essa frase. Foi uma combinação perfeita para a canção.

Arejay: Isto é apenas um  "bombeamento de sangue com raiva",  boa música que é divertido de tocar ao vivo. Sua  letra rápida dá um monte de agressão. E eu era o único a dizer que para o Joe:"... Ohhhhhhhhh O QUE PENSARÃO OS TABLÓIDES DAQUILO?>; D MUAHAHAHAHA!!!" Sério, ele está sempre na minha cama!



3# Dirty Mind ( Apenas bônus do CD )
Do álbum de estreia auto-intitulado.

Joe: Nós 4 fomos para a cabine de voz e tocamos o riff de guitarra. Que me faz rir toda vez que ouço. Não sei se é porque eu gosto ou me deixa desconfortável.
Josh: Lzzy colocou esta música junto pouco tempo depois de "I Get Off 'e similarmente, fez nos sentirmos um pouco impuros depois de ouvir ela cantando essa música ... HA! boa música:)

LZZY: Isso foi na época em que eu realmente comecei empurrando o envelope com as insinuações sexuais. Isso poderia ter cruzado a linha um pouco. Ha! Nós finalmente não colocamos isso no registro, pois eu já queria Dirty Work. E sinceramente, se eu tenho que escolher entre os duas "canções sujas", eu prefiro estar cantando a linha "fique de joelhos e deixe os jogos começarem". Um pouco egoísta, eu sei.

Arejay: Essa música sofreu muitas transformações "até temos o refrão direito e quando tudo veio foi só juntar! Eu eu acho que é agressivo como Conv​​-Over, mas as letras são mais sobre o lado inteligente e torcida ... Como Josh disse, ele pode deixar o ouvinte um pouco desconfortável!