Halestorm não realizará show solo no Brasil em setembro

Em entrevista ao Destak Jornal, Arejay Hale falou sobre a vinda da banda do Brasil no mês de setembro, com o show marcado no Rock in Rio, ele disse que o Halestorm não terá tempo para se apresentar em outras cidades brasileiras mas já deixou o recado de que quer voltar em 2016 e mais.

Confira abaixo a entrevista completa:
O quarteto americano de rock Halestorm é conhecido pelas turnês quase ininterruptas ao longo da carreira. Este ano não é diferente: no meio de uma extensa temporada na América do Norte, que vai de setembro a janeiro de 2016, a banda encaixa apresentação única no Rock in Rio, evento gigante para sua segunda passagem pelo país.
"Não teremos tempo de tocar em outras cidades", diz, em entrevista por telefone ao , o baterista Arejay Hale, 27. "Mas queremos retornar ao Brasil no ano que vem", avisa o músico.
A performance no palco Sunset do festival terá participação especial, ainda não anunciada. "Só posso afirmar que, não importa quem seja, será incrível", fala.
Criado por ele ao lado da irmã, Lzzy, o Halestorm tem três discos. No Rock in Rio, será divulgado "Into the Wild Life", lançado em abril de 2015. Segundo Hale, o CD foi feito de tal maneira que facilita os shows: em vez de gravarem os instrumentos e voz separadamente, tocaram de uma só vez.
"Acho que esse é o melhor jeito de recriar nosso som no palco, de forma bem crua", opina.
"Com este disco, podemos experimentar e improvisar ao vivo, e nosso público gosta disso. É legal ver uma banda ser criativa e se comunicar ao vivo."
Parte da espontaneidade do Halestorm está a cargo de Arejay. O baterista apresenta todas as noites longos solos, com improvisos e alguns malabarismos.
"São sempre diferentes. Me sinto mal pelo cara da iluminação, que precisa me acompanhar", brinca. "Vejo o clima do público e penso: 'como posso animá-los mais?' E assim destruo minha bateria. A audiência da América do Sul é muito melhor, nesse quesito. Quase tudo em nossos shows vem do coração. Nada é planejado."