Lzzy fala sobre novos desafios para o próximo álbum da banda

A edição de setembro-outubro da revista online Gearphoria, publicou uma entrevista realizada com a Lzzy Hale, onde a vocalista-guitarrista da banda fala sobre desafio que a banda terá para o próximo álbum.

Confira um trecho da entrevista:
Gearphoria: Você está sempre indo e voltando entre o estúdio e a estrada. Como você faz essa transição de tocar para um grande público e depois se confinar entre quatro paredes?
Lzzy: Estamos fazendo algumas viagens esse verão para manter o nosso mar agitado, vários shows e festivais, mas nós não estamos realmente em turnê agora. Na verdade, eu adoro isso. Esta é a primeira vez que nós fizemos isso, porque geralmente nós estamos na estrada ou no estúdio, e dessa vez temos estado em ambos. É extremamente inspirador sair do estúdio e então pisar no palco em frente do público e se lembrar do porquê você está fazendo essas músicas. Isso dá a você uma perspectiva sobre o que você está fazendo no estúdio. É uma sensação diferente e eu estou gostando disso.

Gearphoria: O Halestorm é um "animal" diferente agora? Vocês passaram quase dois anos na estrada, ganharam um Grammy, e você está gravando o seu terceiro disco. Vocês estão sentindo alguma pressão?
Lzzy: Nós definitivamente evoluímos. A única coisa que se manteve a mesma, é que nós ainda somos adolescentes de 14 anos de idade por dentro, estão somos todos muito imaturos. Isso não mudou muito! Mas o animal ou monstro Halestorm, tem ficado cada vez maior, e obviamente, temos mais responsabilidades. Mas na maior parte, nós temos continuado fazendo o que sempre fizemos, que é perseguir o que nos anima. O objetivo sempre foi continuar e ver o que aconteceria em seguida. Nós tivemos uns momentos do tipo 'parar e cheirar as rosas', muitos momentos de 'se lembra quando...', uns com os outros. Me espanta que não estamos apenas fazendo nosso terceiro álbum com a Atlantic Records - que é um feito próprio, porque nós conhecemos tantas bandas que nunca fizeram um álbum, então somos humildes com isso - mas também o fato de que fazem 18 anos desde que eu e meu irmão começamos o Halestorm, então existem momentos que eu digo 'Você acredita que ainda estamos fazendo isso?'. É incrível!

Gearphoria: Que equipamentos você está levando com você na estrada, e qual você está usando nesse novo álbum?
Lzzy: As coisas que levamos conosco depende do show e do tamanho do palco. Temos uma equipe incrível, e a maioria deles tem estado conosco pelos últimos seis anos, então eles entendem do que nós precisamos e quais são as coisas mais importantes.... três ou quatro das guitarras que nós sempre levamos com a gente. No estúdio nós arrastamos equipamentos para dentro e para fora o tempo todo. Nós basicamente nos mudamos para Nashville e também temos um armazém que é onde os ônibus ficam, então é fácil colocar o equipamento no ônibus e ir embora. Nós estávamos viajando muito e tentando transportar o equipamento sem gastar uma enorme quantidade de dinheiro, mas isso fez tudo ficar mais fácil. No estúdio, é um pouco mais experimental. Dependendo das pessoas que estão trabalhando conosco, existem um monte de diferentes recursos. Novos pedais ou novos amplificadores, ou até guitarras que nós não temos. Eu sou uma garota Gibson, mas no estúdio eu tenho sido conhecida por ter uma Telecaster, ou usado uma Diezel invés de um Marshall. Na estrada é muito mais simples. Eu gosto de manter as coisas simplificadas, e eu sou do tipo 'pluga isso e toca', eu tenho pedais pequenos. Eu tenho minha linha de guitarras. Tenho uma Custom Marshall JCM 800, que a Marshall fez pra mim, então eu estou usando isso. É bonito e brilhante. Meu tom muda de música para música, dependendo da guitarra que eu uso. Quanto aos meus pedais, eu tenho um Dunlop Jerry Cantrell, um padrão Boss Chromatic Tuner, e um MXR Boost/Line Driver, para impulsionar qualquer solos que eu faço ou diferentes partes que precisam se destacar.
Leia entrevista na íntegra, clicando aqui. (Em inglês)