Gibson entrevista Lzzy Hale

https://www.facebook.com/OFFICIALLZZYHALE/photos/np.73132378.1511134962/940347622661919/?type=1&theater
Recentemente, Lzzy Hale foi entrevistada pela Gibson em Nashville para falar sobre sua guitarra Limited Edition Lzzy Hale Explorer, novo álbum do Halestorm e seus planos para o futuro.

Confira a tradução:
A Explorer é agora muito associada com Lzzy Hale. Isso foi uma decisão consciente de você?
Antes da Gibson entrar em contato comigo, eu tocava com Gibson por muito tempo. Eu tenho muitas guitarras Gibson. Tenho mais do que mereço, provavelmente. Eu originalmente escolhi a Explorer porque ela se destacou. A razão de eu ter começado a tocar guitarra foi para me destacar dos demais artistas de onde vim. Minha guitarra assinada é um ótimo instrumento, mas uma Gibson é muito mais que isso. É sobre um estilo, uma imagem e um estilo de vida. É uma afirmação, parte de minha identidade. E tudo isso é fazer parte de uma banda de Rock and Roll.

Você recentemente fez uma entrevista pelo twitter com a página da Gibson. Manter contato com seus fãs é importante para você?
Com certeza, é tudo sobre comunicação. Nós ouvimos, nós ganhamos feedback e é uma interação contínua. As mídias sociais fazem isso possível, de uma maneira muito direta e franca.

Existe um fã de Halestorm típico?
Nossa base de fãs é muito diversificada. Nós temos todos os tipos. Temos o motoqueiro-roqueiro-exemplo-de-masculinidade, que também adora as baladas; nós temos os pais que levam seus filhos. Também nos últimos quatro anos, estamos vendo muitos jovens, na faixa de 11-19 anos em nossos shows. É muito animador.

Agora que vocês estão envolvidos na indústria musical por algum tempo, você acha mais difícil fazer decisões de negócios ou decisões musicais?
Musicais. Nós estamos produzindo nosso terceiro álbum e nosso trabalho é estar focado nele como uma banda. Nós temos que amar o que estamos fazendo, antes de pensar no que as outras pessoas esperam ou querem. Mas, eu acredito que se você fizer algo em que você realmente acredita, irá funcionar. Quando você começa a tentar adivinhar o que a rádio quer, o que a gravadora quer, o que os fãs precisam ouvir, provavelmente não irá funcionar.

Você parece realmente animada sobre sua vida no Rock and Roll.
É tão animador quanto, quando nós estávamos começando. Eu estive nessa banda desde meus 13 anos. Nós quatro estamos juntos por quase 13 anos. Está sendo uma loucura, mas nós ainda temos a sensação de que somos adolescentes. Muitos de nossa equipe estão conosco por seis anos. É uma família que se manteve unida. Nós não temos um plano reserva. Nós vivemos disso. É isso.

Quais são seus planos futuros?
Eu não tenho uma grande visão para meu futuro. O objetivo é sempre continuar. Eu não planejo o futuro. Talvez eu me case, talvez eu tenha filhos. Mas eu não estou planejando. Quando começamos, nós nunca tivemos um grande plano de ser a maior banda de rock ou nada parecido. Nós apenas fomos degrau por degrau. Nós começamos localmente e crescemos lentamente. A banda e eu chamamos isso de 'Seguir em frente com o Rock'.
Fotos: