Revolver Magazine: Entrevista com Lzzy Hale

http://clikrf8.files.wordpress.com/2013/11/halestorm_7296.jpg
A edição de fevereiro/março de 2014 da revista Revolver em especial as "25 mais gatas do Hard Rock" está contando com uma entrevista com Lzzy Hale, entre os assuntos discutidos a vocalista/guitarrista falou sobre sobrenaturais, fantasmas e magia.

Confira abaixo:
REVOLVER:Você acredita no sobrenatural? 
LZZY HALE: Sim, eu acredito no sobrenatural por causa da composição. É uma experiência de outro mundo ter algo ou alguém falando através de você, e você, como seu médium através da música.

Você acredita no diabo? Se sim, de forma ele ou ela atua?
Como um rock ‘n’ roller, é uma espécie de uma norma acreditar no diabo. Mas, não é mais sobre acreditar em seu próprio demônio pessoal. A pergunta de sempre é: é má ideia do meu diabo uma boa ideia - como deixar tudo para trás por um sonho aparentemente imprudente? Ou, é uma boa ideia uma má ideia - como sair para beber com os garotos até às 5 horas da manhã? E às vezes você só tem que jogar uma moeda e dizer: "Fod*-se!".

Você já viu um fantasma ou encontrou um de alguma forma?
Em todo o mundo existem muitos locais que você se apresentou que são assombrados por fantasmas. Aqueles que eu vi ou encontrei incluem supostos assistentes de palco que eu descobri mais tarde que realmente não existiam, crianças que tentam te encontrar procurando pelo caminho do seu camarim ou se movendo pelas setas no palco, ou espíritos loucos de rock que gostam de falar através de seu equipamento durante um ensaio.

Você acredita em céu e inferno? Se sim, como você acha que eles são? E qual você acha que você irá?
Eu acho que o céu e o inferno de todos são diferentes. Eu gostaria de pensar que há um céu e um inferno específico para os músicos. No céu do rock n roll, você começa a sair com Ronnie James Dio, enquanto ele ensina os anjos a cantar, ou beber um uísque com Janis Joplin. Mas, no inferno do rock n roll, é apenas um passeio de ônibus interminável pelo deserto, onde o banheiro não funciona e tudo o que tem para comer são batatas velhas! Ah! Espero ir ao céu, porque eu já fui ao inferno!

Você já teve alguma experiência com a leitura da sorte, adivinhações, maldições ou outras formas de magia?
Eu tive a minha fortuna dita, minha mão lida, fui amaldiçoada por ciganos e fui à uma sessão espírita. Apesar de que todas essas experiências foram capazes de ser explicadas logicamente depois. Há uma grande parte de mim que acredita que cada passo que você faz, tudo que você toca e cada pessoa que conhece dá ou tira algo de você, que altera o seu futuro. Então, eu só posso supor que, até certo ponto, todas essas experiências me trouxeram até onde estou hoje.

Qual é o seu signo astrológico, e você acha que se encaixa e sua vida também?
Eu sou de libra e o símbolo do zodíaco da libra são escalas, o que definitivamente se encaixam perfeitamente em mim. Toda a minha vida e comportamento dependem de equilíbrio. E eu não estou falando apenas de usar saltos altos no palco!Isto é o que a nossa música "Mz. Hyde" diz. Eu preciso manter ambos os meus lados, porque se um se eleva sobre o outro, tudo se desmorona. É uma luta constante para permitir que ambos os lados coexistem, mas quando eles se dão bem, nada é impossível!